Sony pode lançar live action


He-Man pela Netflix para evitar possíveis prejuízos com o longa.

Mas fontes internas sugerem que a parceria deve ocorrer. A produção de Mestres do Universo vem sendo discutida desde 2009, mas pode não ter um público muito grande em 2021, quando está prevista para ser lançada.

Seu catálogo a bem-sucedida série She-Ra e as Princesas do Poder, o que poderia garantir um público mínimo para o longa. A gigante do streaming também vai lançar uma animação do He-Man, que está sendo desenvolvida por Kevin Smith.

Tiveram filmes com grandes orçamentos fracassando nas bilheterias. A Netflix e demais plataformas de streaming poderiam reverter um cenário de prejuízo em troca de um lucro mais discreto, embora garantido.

Filmes para a Netflix, e o estúdio independente A24 assinou um contrato para produzir conteúdo original para a Apple TV+. E a Warner pode ser a próxima a entrar neste segmento, apesar do grupo responsável já possuir seu próprio serviço de streaming, a HBO Max.

Uma escolha delicada para um grande estúdio. A própria Sony este ano já precisou lidar com um fracasso de bilheteria com MIB: Homens de Preto - Internacional, enquanto Era Uma Vez em... Hollywood se tornou o filme original de maior bilheteria para a companhia - na contramão das expectativas da indústria. Como saber quais filmes devem ir para os cinemas e quais deveriam ser lançados diretamente via streaming? Se este será o caso de Mestres do Universo, ainda é cedo para afirmar, mas essa discussão parece ser uma tendência no mercado de entretenimento.

Postar um comentário

0 Comentários