Filme O Bebê de Bridget Jones


Assistir O Bebê de Bridget Jones

Início do primeiro longa, mas com uma atitude completamente diferente. Separada de Darcy, ela é bem sucedida no trabalho, conseguiu se tornar uma quarentona sarada, cercou-se de amigos e não se preocupa mais em morrer sozinha. Além disso, Daniel Cleaver não está no longa. E Impossível não temer: será eliminaram as principais características da protagonista?

Jack Qwant (Patrick Dempsey) e uma inesperada recaída com o ex Mark Darcy (Colin Firth) em um curto período de tempo. E uma gravidez inesperada. Sem saber quem é o pai, a protagonista embarca novamente em um triangulo amoroso maluco à ser resolvido em nove meses.

Primeiro roteiro original. Assim como os outros é escrito pela própria autora, dessa vez em parceria com com Dan Mazer e Emma Thompson (que também está no elenco). E passa longe da trama de Bridget Jones: Louca pelo garoto, lançado em 2013.

Este terceiro longa é mais coerente que o segundo filme e tão engraçada que o primeiro. Ajustes precisaram ser feitos é claro, mas o roteiro foi é bem desenvolvido e traz o personagem para os tempos de hoje. Sim, muita coisa mudou desde 2004.

Coisas de que você sentirá falta, já que até a ausência de Daniel Cleaver (Hugh Grant não quis reprisar o papel) é justificada. E pensando bem, se a paternidade fosse dividida entre Cleaver e Darcy, talvez o clima ficasse mais tenso. Afinal, quantas vezes a protagonista teria uma recaída pelo mulherengo vivido por Grant? Sendo assim, Dempsey cumpre bem seu papel e dá um frescor à serie.

Postar um comentário

0 Comentários