Pedófilos podem discutir no Twitter


Como Instagram,Facebook e Flickr,já fazem esporadicamente,A mudança aconteceu sem alarde,e é possível ver por quê.

Condição de que elas não promovam ou exaltem a exploração sexual infantil de forma alguma'.Os especialistas em proteção infantil e prevenção de abusos não foram consultados, porque nunca teríamos endossado essa mudança",publicou no próprio Twitter o criminologista australiano Michael Salter.

É comprovadamente inseguro promover conversas públicas não monitoradas entre grandes grupos de pedófilos.Os desejos sexuais e a inclusão social deles foram priorizados pelo Twitter em detrimento da segurança das crianças na plataforma ou na comunidade.No ano passado, as redes de pedofilia no Twitter explodiram.

Já anunciou que o Messenger terá brevemente), é uma maneira de tornar as plataformas seguras para os pedófilos, já que imagens de abuso infantil poderão ser enviadas sem serem detectadas. Segundo levantamento feito pelo jornal New York Times, o WhatsApp, aplicativo do Facebook que criptografa mensagens ponta-a-ponta, fornece à polícia uma fração dos relatórios com denúncias que hoje o Messenger entrega às autoridades.

Criptografia do sistema de mensagens diretas da rede social.O que mais o Twitter pode fazer para tornar sua plataforma mais amigável para os pedófilos?",indignou-se Sauter.

Reino Unido, nos últimos 3 anos, 49% dos vídeos,dos links e das imagens achados em mídias sociais,mecanismos de busca e serviços em nuvem se originaram no Twitter 1.396 casos entre 2.835 incidentes reportados.Cada registro, por sua vez,pode representar centenas ou milhares de imagens ou vídeos, já que são,na verdade, links para sites de abuso infantil.


Postar um comentário

0 Comentários