Cats versão original supostamente


Depois de ganhar o Framboesa de Ouro de pior filme de 2019 e de causar um prejuízo estimado de US$ 100 milhões à Universal, a produção agora está envolvida em outro escândalo: uma possível versão em que o furicó dos gatos aparece explicitamente!

Pouco discretos na hora de caminhar. Os felinos costumam empinar o rabo e deixar tudo à mostra, sem problema algum. Tem gatos que até fazem a limpeza da região na frente das visitas, lambendo a área sem nenhum pudor, para a vergonha de seus donos.

Acharam que seria sensato incluir nas versões CGI dos felinos um pequeno ânus, que apareceria claramente nas cenas. Quem revelou a história foi o escritor Jack Waz, que supostamente a obteu de um “amigo de um amigo” que trabalhou na área de efeitos especiais do fracassado filme.

Vésperas da estreia de Cats, era apenas apagar todos os fiofós que haviam sido previamente incluídos. Ou seja, deve existir uma versão não finalizada do filme em que os ânus aparecem todo rebolativos nas telas. E, bem, por versão não finalizada podemos nos lembrar da primeira que chegou aos cinemas, com efeitos incompletos que precisaram ser arrumados depois da estreia. Será que um dia essa versão mais explícita.

O ator resolveu compartilhar sua experiência ao vivo no Twitter enquanto tentava compreender o que estava acontecendo.

Show da Broadway. É bem chapante. Eu deveria saber o que é Jellicle? Eles dizem isso umas 200 mil vezes, mas eu não tenho ideia do que está acontecendo”, comentou Rogen. Gatos Jellicle – ou Gatos Gelatina – são uma raça fictícia de felinos criada por T. S. Elliot em um livro de poesias de 1939.

Postar um comentário

0 Comentários