Descoberto potencial planeta


GJ 357 d, do TOI 700 d, e de tantos outros, chegou a vez de um exoplaneta a 124 anos-luz de nossa casa apresentar condições favoráveis à vida. Chamado de K2-18b, ele tem cerca do dobro do tamanho da Terra e 8,6 vezes a sua massa.

Espacial divulgou que ele potencialmente tem condições de abrigar grandes reservatórios de água líquida. Esse corpo celeste orbita a zona habitável da estrela K2-18, em um local onde o calor e o frio não são tão intensos, ou seja, suportáveis pelos humanos. Isso também permite a formação de lagos e rios sem que eles congelem ou evaporem. Acredita-se que o K2-18b tenha um núcleo sólido de ferro e rocha e seja coberto por uma camada de água líquida a altas pressões.

Interiores e das atmosféricas do planeta em particular, se a água líquida pode existir sob a atmosfera”, explica o cientista Nikku Madhusudhan, do Instituto de Astronomia de Cambridge e líder da pesquisa.

Tentaram encontrar evidências de que o exoplaneta também teria as mesmas condições. Um dos detalhes para isso é a espessura da camada de hidrogênio: se ela for muito espessa, a temperatura da água seria muito mais alta do que os humanos suportariam.

Pressão aumentam à medida que se aproxima da superfície. Quando o núcleo rochoso é atingido, a pressão pode ser milhares de vezes maior do que a superfície da Terra, e a temperatura pode se aproximar de 2,7 mil graus Celsius”, explica Laura Kreidberg, do Centro de Astrofísica da Harvard & Smithsonian, a qual não acredita que o tal planeta tenha condições de abrigar vida.

Postar um comentário

0 Comentários